Setor TI Tecnologia

Como a tecnologia influencia na geração de empregos?

O setor de TI é responsável por empregar pelo menos 1,5 milhão de pessoas no Brasil, segundo dados da Brasscom, Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e de Tecnologias Digitais, apurados em 2019. O dado vai contra a “má fama” que a tecnologia tem de causar desemprego ao substituir pessoas em suas funções. É verdade que a automação pode ocupar o lugar da mão de obra humana em determinadas tarefas, no entanto também é capaz de alavancar mercados e a quantidade de vagas.

Os polos tecnológicos têm contribuído muito para a criação de postos de trabalho, pois à medida que a necessidade por recursos tecnológicos cresce, aumenta a quantidade de empresas no setor e a demanda por pessoas.

Ainda segundo a Brasscom, mais de 120 mil novas vagas foram abertas no segmento  durante os primeiros nove meses de 2021. A Associação projeta que as empresas de tecnologia irão gerar 797 mil empregos no país até 2025.

Outro fator que estimula a abertura de posições é o crescente investimento em inteligência artificial, que colabora para reduzir consideravelmente a desigualdade nas empresas. Portadores de deficiência, que antes tinham poucas oportunidades em virtude da falta de acessibilidade, agora contam com ferramentas capazes de prestar o apoio necessário para ajudá-los a superar as limitações do mercado de trabalho.

De acordo com informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), o Brasil criou mais de 2,73 milhões de empregos com carteira assinada em 2021. Um dos motivos para a alta de profissionais registrados é o crescimento da produção em massa causado pelo aumento da produtividade e redução de custos gerados pela implementação de tecnologias nas operações.

Tal desenvolvimento influencia o consumo, que influencia o varejo e consequentemente toda uma cadeia de produção se beneficia. Sempre que a tecnologia possibilita maiores vendas, a criação de novas empresas ou, ainda, que companhias otimizem processos e tenham economia por conta disso, o outro lado da moeda é maior espaço para novos projetos, novos investimentos e isso respinga positivamente na criação de vagas. Isso sem contar as vagas de carreiras que não são exatamente em TI, mas correlatas.

O LinkedIn divulgou, recentemente, que o cargo de trabalho de maior destaque em 2022 deverá ser o de recrutador especializado em tecnologia, dada a alta demanda das empresas por profissionais. Das 25 carreiras que a rede social listou com tendência de bombar ao longo do ano, a maioria é em TI. Confira:

1. Recrutador especializado em tecnologia
2. Engenheiro de confiabilidade de sites
3. Engenheiro de dados
4. Especialista em cibersegurança
5. Representante de desenvolvimento de negócios
6. Gestor de tráfego (Google Ads, Marketing Digital)
7. Engenheiro de Machine Learning
8. Pesquisador em experiência do usuário
9. Cientista de dados
10. Analista de desenvolvimento de sistemas
11. Engenheiro de robótica
12. Desenvolvedor de Back-end
13. Gerente de engajamento
14. Gerente de equipe de produto
15. Engenheiro de Quality Assurance
16. Consultor de gestão de dados
17. Líder de experiência do cliente
18. Analista de design
19. Analista de soluções
20. Analista de gestão de riscos
21. Consultor de design de produto
22. Coordenador de vendas internas
23. Enfermeiro intensivista
24. Designer de conteúdo
25. Instrutor de Agile

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *