Novidades Setor TI Tecnologia

Empresas colocam energia no core business e delegam áreas técnicas a companhias especializadas

Desde 2017, com a aprovação da Lei da Terceirização, o trabalho terceirizado encontra-se em constante expansão no país. Uma pesquisa realizada em abril pela FIA (Fundação Instituto de Administração) apontou que serviços terceirizados tiveram alta em 94% das empresas desde o início de 2020. Dentre os principais motivos, destacamos:

●     Aumento da produtividade das operações;

●     Redução de custos com os ônus da gestão de pessoas;

●     Maior previsibilidade de despesas;

●     Isenção do vínculo empregatício;

●     Mão de obra especializada sem necessidade de realizar treinamento de profissionais.

Em função disso, gestores têm conseguido manter o foco mais voltado ao core business da empresa, investindo em ferramentas que têm como objetivo aprimorar as estratégias diretamente relacionadas à atividade fim da companhia. Identificar o que está fora da especialidade do negócio permite fortalecer sua posição estratégica, acarretando resultados positivos.

 A idealização de que a empresa necessita suprir todas as demandas por conta própria tira força do processo de expansão e de qualidade de seu core business. Uma indústria de estruturas metálicas, por exemplo, é apta a adquirir caminhões para transportar seus materiais, no entanto a gestão é aprimorada quando este serviço é terceirizado e a instituição em questão pode focar em sua produção em vez de se preocupar com a logística.

O core business da companhia precisa ser bem executado e receber todas as atenções para seu desenvolvimento contínuo. As áreas de TI são um bom exemplo quando falamos em manutenção de equipamentos – elas podem ser simplesmente terceirizadas ou estarem contempladas em um contrato de locação de hardware. A opção pelo aluguel de computadores e outros dispositivos, além do benefício de a empresa contratante não precisar se preocupar com suporte técnico, traz a possibilidade de redução de custos, manutenção de caixa, atendimento às sazonalidades de projetos e quantidade de colaboradores.

Após a Lei da Terceirização e reforma trabalhista, os empregadores têm maior confiança ao optar por atividades terceirizadas, sendo elas consideradas uma forma de aumentar a eficiência de seus processos para focar no core business.

Que tal colocar energia naquilo que a sua companhia entrega aos clientes e considerar a contratação de terceiros especializados para áreas técnicas?

Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *